Teses e monografias.

Artigo: O alinhamento de valores pessoais e organizacionais – um estudo de caso

 

2010.00 ARTIGO ISSN 1984-9354-BIA-MARTIUS-T10_0288_1466

ANÁLISE DE REDES SOCIAIS INFORMAIS EM AMBIENTE CONFINADO: ESTUDO DE CASO EM UMA EMPRESA DE ENERGIA

ANÁLISE DE REDES SOCIAIS INFORMAIS EM AMBIENTE CONFINADO

Title: 2011.00 DISSERTAÇAO REGINA - ORIENT-PROF-MARTIUS
Caption: ANÁLISE DE REDES SOCIAIS INFORMAIS EM AMBIENTE CONFINADO
File: 2011.00-DISSERTAÇAO-REGINA-ORIENT-PROF-MARTIUS.pdf

2011.00 DISSERTAÇAO REGINA – ORIENT-PROF-MARTIUS

Análise de Redes Sociais com o uso de software de ARS e Datamining

Dissertação Mestrado – Tatiana B. Azevedo – Orientador: Prof. Martius Vicente R. y Rodriguez

Dissertação de Mestrado

Title: Dissertação Mestrado - Tatiana B. Azevedo
Caption: Tese: Análise de Redes Sociais com o uso de SW de ARS e Datamining
File: Dissertação-Mestrado-Tatiana-B.-Azevedo10.pdf

A Eficiência Logística – Parte II

A logística cria, de fato, valor através da eficiência, eficácia e diferenciação. Podemos vender, mas sem logística não poderemos entregar e não basta somente entregar! Tem de ser uma entrega no prazo, na qualidade e no custo justo para o cliente. Por isso todo empresário deve se perguntar diariamente: Minha logística é eficiente? Qual o seu custo? O que fazer para melhorar o desempenho logístico de minha empresa? Qual o custo de minha logística em uma determinada área? Quanto custa em termos logísticos a operação de uma encomenda ponta a ponta? Quais são os custos da logística por kg, ou tonelada de produto ou palletes? São perguntas que se a resposta for conhecida, indicam que você se diferencia da concorrência e este conhecimento pode ajudar nas estratégias futuras para o lançamento de novos produtos ou a conquista de novos mercados.

Normalmente são usados indicadores de desempenho para avaliar determinados sistemas e definidas métricas que possam avaliar a aderência dos fluxos de processo e indicar a eficiência. Há indicadores suficientes para garantir um processo logístico eficiente? Eficiência significa ter um bom custo ou a satisfação dos clientes? Em nosso ponto de vista a eficiência deve ser medida em termos de satisfação dos clientes e não em termos de indicadores internos. Se você executa e gerencia seus serviços de acordo com as necessidades de seus clientes e utiliza indicadores para corrigir os desvios, sua empresa é sustentável.

Uma excelente contribuição, criada em 2004, através de uma parceria entre a Infraero e o Ciesp/ Diretoria Regional de Campinas, o prêmio Infraero de Eficiência Logística tendo por objetivo conferir o título de cadeia logística mais eficiente às empresas que se destacavam nas operações pelo Aeroporto Internacional de Viracopos/Campinas em seus respectivos segmentos de atuação. A premiação tem por base o Ranking de Eficiência Logística divulgado mensalmente pela Infraero e é realizada com o intuito de destacar e reconhecer publicamente os prestadores de serviços que se destacaram pelo menor tempo médio de liberação de cargas importadas no ano, juntamente com as organizações que integraram suas respectivas cadeias logísticas e com isso mais contribuíram para a eficiência logística de seus clientes importadores, independente do segmento.

Fonte: Prof. Martius Rodriguez, pós-DSc e Coord. MBA em Logística da UFF e Prof. Otacilio José Moreira – MBA LOGEMP-UFF e Proprietário da OMC Consultoria Ltda.

A Eficiência Logística – Parte I

Agilidade e qualidade no atendimento e custo para o consumidor são os principais valores relacionados a Eficiência Logística. Este é um grande desafio que o Brasil precisa enfrentar e poder estar bem posicionado dentro de um ambiente comercial global. A globalização acompanhada da crise que ainda afeta a Europa, os Estados Unidos e a necessidade de continuar crescendo dos países asiáticos, invadiu o Brasil com aquisições de empresas e produtos mais baratos, acirrando a concorrência e deixando dirigentes sem dormir. É só verificar a mídia de forte impacto que hoje tem ocorrido com carros médios populares chineses invadindo o mercado brasileiro.

De nosso lado, o empresário brasileiro contra ataca, buscando tornar disponível o produto certo na data certa com o custo certo, pois qualidade é uma exigência já assumida; bem como fornecer um nível de serviço superior ao do concorrente por um custo total inferior, associado a um posicionamento estratégico de melhorias contínuas nas competências logísticas. A necessidade de se ter um Brasil cada vez mais integrado por meio de uma logística eficiente é um fator que necessita hoje ser pensado de forma global. A começar pelo mapa Mundi. Por que não utilizar o Mapa Mundial nas escolas de alfabetização e fundamental onde o Brasil figure no centro do mundo? Este simples ato já condiciona as crianças e adultos a pensar em uma logística global centrada no Brasil e não da forma como temos hoje, com o Brasil figurando no lado esquerdo do Mapa Mundi (na periferia) e a Europa no centro do mundo.

Hoje, a logística é percebida como estratégica. Para um país que quer ter condições de competir em um mercado global a LOGÍSTICA é um pré-requisito. Sem ela podemos ter milhares de grãos para exportar, mas se não tivermos como escoá-los não teremos como realizar a entrega, sendo este apenas um dos exemplos. Por isso todo dirigente de empresa reconhece que sem a eficiência logística adequada é impossível oferecer uma Cadeia de Suprimentos eficiente. Quanto mais complexa a cadeia de suprimentos, maior a exigência quanto à eficiência logística. O que pode ser traduzido no verdadeiro valor que o cliente adquire, pois a depender do tempo de chegada, da qualidade entregue e do custo envolvido, todo o esforço poderá ser em vão.

De acordo com a Forrester Research (2009), a distribuição global de um produto pode envolver até 27 diferentes participantes e um fluxo de informações complexo de gerenciar. Suprimentos, distribuição física, processos logísticos, serviço ao cliente, flexibilidade de fabricação e desempenho global da empresa são sempre apontados como os pilares para um desempenho de melhores práticas. Os resultados da pesquisa da Forrester Research confirmam que a logística influencia a capacidade de um fabricante para satisfazer os clientes e o seu desempenho global. O nível de flexibilidade de produção na empresa, através da presença de tecnologia de processo avançada e da participação da gestão da manufatura na formulação da estratégia altera o papel da logística no sucesso organizacional.

Fonte: Prof. Martius Rodriguez, pós-DSc e Coord. MBA em Logística da UFF e Prof. Otacilio José Moreira – MBA LOGEMP-UFF e Proprietário da OMC Consultoria Ltda.